SOBRE AS ARTESÃS DA CORMILU

O COMEÇO: ARTESANATO TAILANDÊS

Desde 2014 a Cormilu destina-se a trazer para o mercado brasileiro bolinhas de cotton, produtos artesanais decorativos, feitas por habilidosas mãos tailandesas. Os parceiros de longa data, Fernanda e Amir, descobriram as delicadas bolinhas iluminadas em uma temporada de estudos na Tailândia. Se afiliaram à uma cooperativa local, e assim criaram a Cormilu. A marca destina-se a trazer esse artesanato, acoplado a fios de LED, que transformam qualquer ambiente em puro aconchego.

AGREGANDO VALOR LOCAL

Com o foco voltado para o artesanal, a Cormilu entendeu o potencial de mercado e o valor social que as artesãs locais poderiam agregar às peças de decoração: “A ideia de trabalhar com uma cooperativa de mulheres tailandesas que sustentam suas famílias produzindo artesanato foi um grande motivador do negócio. E hoje, poder integrar artesãs locais, catarinenses, para desenvolver e aplicar suas artes sobre as bolinhas de cotton é algo ainda mais motivante”, afirma Fernanda, uma das criadoras do projeto.

                

COLEÇÕES TEMÁTICAS EM FELTRO

As coleções temáticas de fio de luz foram criadas e desenvolvidas pelas mãos de artesãs locais, catarinenses. Com foco nas tendências de temáticas decorativas, especialmente infantis, já foram criadas mais de vinte coleções, que você confere aqui. “A ideia vira desenho, o desenho vira molde, o molde vira recortes de feltro. E com isso vamos experimentando formas, otimizando espaço, selecionando paletas de cores. O processo de criação é um jogo divertido e criativo para todas nós envolvidas. Pegamos referências de todos os cantos e nosso maior desafio é trazer essas ideias para uma esfera de 6cm de diâmetro”, afirma Ane, uma das mentes criativas da Cormilu. 

ARTESÃS LOCAIS INSERIDAS NO MERCADO

São dezenas de artesãs envolvidas, desde a concepção até a execução das coleções. Com isso, a Cormilu entendeu que empoderar e capacitar pessoas localmente é um dos seus objetivos mais fortes e de maior impacto: “Trabalhamos com pessoas com deficiência, outras com depressão. Essas pessoas não conseguem se inserir no mercado de trabalho facilmente e encontram no artesanato uma terapia ocupacional e fonte de renda. 

Quem já comprou e recomenda:

Envio Imediato e Frete Gratis!

Dispensar